Os principais tipos de Impermeabilização

Compartilhe com os amigos

Conheça os principais tipos de Impermeabilização

Através deste artigo, saiba quais são os principais tipos de impermeabilização

A impermeabilização é um processo essencial e obrigatório em reformas e construções dos mais diversos tipos, desde pequenas casas a grandes prédios e edificações.

Por isso, devemos sempre estar atento ao processo de impermeabilização. Contudo, a impermeabilização não é uma etapa padrão nas reformas e construções.

Classificação do sistema de impermeabilização:

Rígidos: Baixa capacidade de absorver deformações da base (principalmente deformações concentradas como fissuras e trincas)

Flexíveis: Suportam deformações da base com amplitudes variáveis (em função do sistema de impermeabilização), inclusive fissuras e trincas.

  • Sem reforços;
  • Reforçados (com materiais resistentes à tração)

Então, tendo em mente a importância dessa etapa para uma reforma ou construção, explicaremos como funciona os principais tipos de impermeabilizações existentes.

Impermeabilização rígida

Nas impermeabilizações RÍGIDAS a camada estanque é aplicada diretamente sobre a base e geralmente sem outras camadas complementares.

A impermeabilização rígida utiliza produto que incorporam a estrutura tratada (como fundações,  pisos de concreto)

No mercado, a impermeabilização rígida é vendida como:

  • Argamassas industrializadas
  • Cimentos poliméricos
  • Cristalizantes

Portanto, podemos dizer que a o tipo de impermeabilização rígida é ideal para áreas mais estáveis das edificações, como locais menos sujeitos a trincas e fissuras, que podem comprometer todo o processo de impermeabilização.

Impermeabilização flexível

Os principais tipos de ImpermeabilizaçãoO tipo de impermeabilização flexível é mais recomendado para regiões sujeitas a movimentações em excesso, vibrações, isolação e, sobretudo, variações térmicas, como dilatações e contrações.

O uso da impermeabilização flexível é mais recorrente em lajes, tanto no térreo como na cobertura, banheiros, cozinhas, terraços, reservatórios elevados e piscinas.

De modo geral, a impermeabilização flexível é vendida como:

Manta: Asfáltica, Poliméricas e  Elastoméricas.

Membranas: Asfálticas, Acrílicas e Elastoméricas.

Estas são as formas mais comuns de impermeabilização flexível:

  • Mantas asfálticas
  • Membranas asfálticas
  • Mantas PVC, EPDM, PEAD
  • Resinas acrílicas.

Esses produtos garantem a estanqueidade das estruturas, adaptando-se às movimentações e variações de temperaturas que elas estão sujeitas.

Onde impermeabilizar?

A impermeabilização é um processo importante na reforma ou construção. Diversos locais precisam de uma proteção extra, como:

  • Telhados;
  • Coberturas planas;
  • Terraços;
  • Áreas descobertas de modo geral;
  • Calhas de escoamento de águas pluviais;
  • Caixas d’água;
  • Piscinas;
  • Pisos molhados;
  • Paredes sujeitas à chuva, sol, umidade e afins;

 

Os principais tipos de Impermeabilização
Exemplo de impermeabilização em lajes

Bônus: a importância da impermeabilização

A impermeabilização é um processo importantíssimo em qualquer reforma ou construção. Isso se deve a vários fatores.

Por exemplo: a impermeabilização adequada, independentemente do tipo, protege o local contra diversos problemas.

Em casas e apartamentos, a impermeabilização evita a criação de fungos, umidade na parede e infiltrações. Ela protege, também, áreas expostas a chuva e sol; e também a variações na temperatura.

Lembre-se: todo e qualquer processo de impermeabilização deve ser acompanhado de uma profissional especializado. Dessa forma, o processo é feito de forma mais eficiente, acompanhado de um profissional da área.

Leia, também, nosso artigo sobre a importância da impermeabilização em casas e prédios.

Os principais tipos de Impermeabilização

tipos de Impermeabilização


Compartilhe com os amigos

Deixe seu comentário, ele é importante para nós

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *